• Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

O núcleo de pesquisa em dança IMP – Investigação do Movimento Particular completa 13 anos em 2020. Um caminho atravessado por diversas pessoas com um desejo em comum: CRIAR. ​Sob a orientação da bailarina pesquisadora Juliana Adur, o IMP se caracteriza como um espaço de formação, troca e investigação artística na cidade de Curitiba. Uma construção de saberes através da experiência com o corpo e o movimento. Uma construção coletiva de interesses e afetos acolhendo as singularidades de cada corpo, cada pulsar, cada existir. Trata-se de afinar os anseios e criar um espaço/tempo para que eles se proliferem. Movimento contínuo de formação e criação, que está sempre atualizando e se transformando.

 

Em 2017 conseguimos, pela primeira vez, ofertar bolsas de estudos gratuitas para o núcleo, num formato de residência artística anual repleta de ações de pesquisa e criação em dança e com o envolvimento de vários profissionais que atuaram como ministrantes de oficina, interlocutores e orientadores. Este ano estamos muito felizes por podermos, mais uma vez, realizar o projeto nesta mesma lógica democrática de participação gratuita, uma vez que buscamos sempre contemplar um grupo com diversidade de gênero, faixa etária, classe social, experiências artísticas e desejos investigativos.

 

São 8 bolsas para estudantes, pesquisadores e artistas da dança participarem do núcleo. O número de vagas foi definido de acordo com a capacidade instalada da Casa Quatro Ventos - movimento e arte, espaço cultural independente da cidade de Curitiba focado na criação e produção de conteúdos artísticos e atual sede do IMP.