• Naiara Parolin Bastos

Lady Lazarus - Sylvia Plath

Lady Lazarus - Sylvia Plath

(Tradução de Rodrigo Garcia Lopes e Maurício Arruda Mendonça)


Tentei outra vez. Um ano em cada dez Eu dou um jeito — Um tipo de milagre ambulante, minha pele Brilha feito abajur nazista, Meu pé direito

Peso de papel, Meu rosto inexpressivo, fino Linho judeu.

Dispa o pano Oh, meu inimigo. Eu te aterrorizo? —

O nariz, as covas dos olhos, a dentadura toda? O hálito amargo Desaparece num dia.

Em muito breve a carne Que a caverna carcomeu vai estar Em casa, em mim.

E eu uma mulher sempre sorrindo. Tenho apenas trinta anos. E como o gato, nove vidas para morrer.

Esta é a Número Três. Que besteira Aniquilar-se a cada década.

Um milhão de filamentos. A multidão, comendo amendoim, Se aglomera para ver

Desenfaixarem minhas mãos e pés — O grande striptease. Senhoras e senhores,

Eis minhas mãos Meus joelhos. Posso ser só pele e osso,

No entanto sou a mesma, idêntica mulher. Tinha dez anos na primeira vez. Foi acidente.

Na segunda quis Ir até o fim e nunca mais voltar. Oscilei, fechada

Como uma concha do mar. Tiveram que chamar e chamar E tirar os vermes de mim como pérolas grudentas.

Morrer É uma arte, como tudo o mais. Nisso sou excepcional.

Desse jeito faço parecer infernal. Desse jeito faço parecer real. Vão dizer que tenho vocação.

É muito fácil fazer isso numa cela. É muito fácil fazer isso e ficar nela. É o teatral

Regresso em plena luz do sol Ao mesmo local, ao mesmo rosto, ao mesmo grito Aflito e brutal:

“Milagre!” Que me deixa mal. Há um preço

Para olhar minhas cicatrizes, há um preço Para ouvir meu coração — Ele bate, afinal.

E há um preço, um preço muito alto Para cada palavra ou cada toque Ou mancha de sangue

Ou um pedaço de meu cabelo ou de minhas roupas. E aí, Herr Doktor. E aí, Herr Inimigo.

Sou sua obra-prima, Sou seu tesouro, O bebê de ouro puro

Que se funde num grito. Me viro e carbonizo. Não pense que subestimo sua grande preocupação.

Cinza, cinza — Você fuça e atiça. Carne, osso, não há mais nada ali —

Barra de sabão, Anel de casamento, Obturação de ouro.

Herr Deus, Herr Lúcifer Cuidado. Cuidado.

Saída das cinzas Me levanto com meu cabelo ruivo E devoro homens como ar.


13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo